O meu objetivo número um, é ajudar os leitores a melhorar as suas vidas financeiras, e faço parcerias regularmente com empresas que partilham a mesma visão. Se a compra ou inscrição for feita através dos links dos nossos parceiros, recebo uma compensação pela indicação.

Neste artigo vou explicar o que é marketing víral e como pode funcionar no seu negócio online.

Acredite ou não, uma das campanhas de marketing viral mais bem-sucedidas da história ocorreu anos antes de YouTube, Twitter, Facebook e a maioria das conceções modernas da Internet sequer existirem.

Em 1999, Daniel Myrick e Eduardo Sanchez começaram a animar o seu filme agora lendário, o "The Blair Witch Project", usando técnicas inovadoras possibilitadas pela cultura relativamente nova da Internet.

O filme é um dos primeiros exemplos do estilo “found footage”, feito para parecer um vídeo amador feito por pessoas reais.

Myrick e Sanchez, com a Artisan Entertainment, aproveitaram o visual realista de Blair Witch para construir uma campanha em torno dele que sugeria que a filmagem era real.

A campanha de marketing do "Blair Witch Project" usou um site projetado para convencer as pessoas de que o cenário de terror / mistério do filme era um caso real de pessoas desaparecidas.

Myrick e Sanchez também visitaram fóruns online para espalhar boatos sobre o mistério.

A campanha foi tão bem-sucedida que muitas pessoas ainda acreditavam que o filme retratava acontecimentos reais quando foi lançado nos cinemas.

Com um orçamento de menos de US $ 1 milhão, o "The Blair Witch Project" arrecadou quase US $ 250 milhões. 

A agitação decorrente da campanha de marketing inovadora baseada na Internet transformou o que poderia ter sido apenas mais um filme de terror num fenómeno mundial.

O que é marketing viral?

O marketing viral é uma estratégia de negócios que usa as redes sociais existentes para promover um produto.

O seu nome se refere a como os consumidores espalham informações sobre um produto com outras pessoas nas suas redes sociais, da mesma forma que um vírus se espalha de uma pessoa para outra.

A base do marketing viral está na disseminação de informações de boca em boca, mas a tecnologia moderna permitiu que o efeito viral incluísse também muitas plataformas baseadas na Internet.

O marketing viral normalmente fornece ao seu público algo de valor gratuitamente. Isso pode ser algo tão simples como uma música ou um jogo divertido.

Independentemente do conteúdo viral, ele deve encorajar as pessoas a compartilhar com outras, para que o maior número possível de pessoas receba a mensagem do conteúdo.

maneiras melhores de agregar valor aos negócios

Quem implementa campanhas de marketing viral?

O marketing viral é útil como uma ferramenta de marketing independente ou como parte de uma campanha maior que usa vários tipos de marketing .

É especialmente atraente para pequenas empresas ou empresas porque o marketing viral pode ser uma alternativa mais barata aos esforços de marketing tradicionais.

Uma nova empresa de bebidas energéticas, por exemplo, poderia criar um vídeo na Internet mostrando uma pessoa que consome a bebida energética antes de dar um salto de bicicleta aparentemente impossível.

Se o vídeo for feito para parecer real, isso pode encorajar as pessoas que o assistem a partilhá-lo com outras pessoas. 

Após o vídeo receber visualizações suficientes, a empresa poderia revelar o seu verdadeiro propósito, convencendo os seus espetadores a procurarem mais informações sobre a bebida sem nunca usar uma propaganda tradicional.

O marketing viral é frequentemente usado em conjunto com outros métodos de marketing, como no caso do "Blair Witch Project"

O aspeto viral da campanha gerou burburinho sobre a história muito antes do lançamento de comerciais, trailers, pósteres e outras formas de marketing tradicional. 

Isso fez com que muitas pessoas já falassem sobre o filme antes de ser oficialmente anunciado ao público.

O conteúdo não precisa ser encoberto para ser viral.

As campanhas políticas costumam criar vídeos com clips de som de um candidato adversário dizendo algo que as pessoas podem achar ofensivo. 

Os políticos esperam que, ao apontar uma declaração ultrajante, o vídeo se torne viral e faça com que outros desenvolvam uma atitude negativa em relação ao oponente visado.

exemplo de marketing viral

Como funciona uma campanha viral

Em teoria, uma campanha de marketing viral é muito simples de realizar: crie um vídeo ou outro tipo de conteúdo que seja atraente para o seu alvo, coloque na internet e divulgue. 

A partir daí, tudo o que pode fazer é esperar o fusível acender e os utilizadores começarem a compartilhar como um louco.

Em alguns casos, a viralidade acontece por acidente.

Por exemplo, quando um vídeo é enviado por um utilizador privado que de repente se torna popular e começa a circular por toda a Internet. 

Quanto à estratégia de dispersão dos vídeos de marca, existem dois tipos: o mostrado ou o oculto.

No primeiro, o utilizador percebe desde o primeiro momento que visualiza uma propaganda ou conteúdo de marca, enquanto no segundo a participação da marca fica oculta e só é revelada posteriormente. 

Se você aplicar técnicas de marketing dissimulado, é importante ter muito cuidado para que o utilizador não se sinta enganado, pois a campanha viral pode se voltar contra você. 

Não importa a estratégia que escolhermos, lembre-se de nunca se tornar "spam" ou exagerar ao partilhar o conteúdo. 

Em vez de repetir a mensagem indefinidamente, a melhor estratégia é encontrar o lugar e a hora perfeitos e deixar que o “fusível viral” se acenda.

the blair witch project

Implementando técnicas de marketing viral

Existe um equívoco comum de que o marketing viral depende da capacidade de criar algo extremamente popular de forma confiável.

Na realidade, uma campanha de marketing viral de sucesso depende mais de como se conectar a dados demográficos específicos, apresentando-lhes um conteúdo valioso.

O marketing viral é uma abordagem focada no cliente, portanto, a primeira etapa é identificar o público-alvo de um produto e o que eles mais valorizam nos produtos, exigindo que os profissionais de marketing pesquisem e analisem dados demográficos.

Durante a campanha do"The Blair Witch Project", os cineastas e principais agentes de marketing do filme eram estudantes de cinema talentosos.

Eles examinaram o que tornava os filmes de terror atraentes para a demografia de adolescentes a jovens adultos que eles almejavam, bem como exploraram como essa demografia partilha informações.

Eles usaram essas informações para se concentrar no mistério do seu produto e concentraram os seus primeiros esforços na Internet, onde sabiam que teriam a melhor hipótese de alcançar um público mais jovem.

Depois que uma empresa sabe o que o seu público-alvo deseja e como eles se comunicam, ela começa a criar conteúdo que essas pessoas vão querer compartilhar.

A equipa do "The Blair Witch Project" criou sites, painéis de mensagens e notícias falsas que aumentaram o terror e o mistério da história do filme.

O conteúdo incentivou as pessoas a procurarem mais informações sobre a história e até mesmo a colaborar com os amigos nas suas investigações.

O marketing viral é um processo contínuo e interativo.

Uma empresa que implementa uma campanha viral não deve simplesmente deixá-la seguir o seu curso sem ajustes.

A campanha do "The Blair Witch Project" permaneceu ativa nos fóruns da Internet, interagindo com fãs reais e atualizando sites regularmente com mais informações com base nas discussões dos fãs.

Como a maioria das campanhas virais, teve sucesso porque cresceu com o interesse pelo produto.

Mudanças no algoritmo do feed de notícias do Facebook

Vantagens do marketing viral

  • Baixo custo. O que caracteriza as campanhas virais é que os utilizadores fazem parte significativa do trabalho para a marca, o que reduz drasticamente os custos de dispersão. Não é necessário comprar espaço publicitário ou de média.
  • Potencial de grande alcance. Um vídeo viral na Internet consegue atingir um grande público internacional sem ter que investir muito dinheiro ou fazer qualquer esforço extra. Por isso, uma pequena empresa ou mesmo um particular pode se tornar extremamente viral.
  • Não é invasivo. No marketing viral, o utilizador da rede social é quem toma a decisão de participar e compartilhar o conteúdo, o que diminui a possibilidade de a marca ser vista como invasora. Assim, a perceção da marca e a interação são significativamente melhores, se comparadas às formas mais clássicas de publicidade.
  • Ajuda a construir a sua marca. Se realmente acertarmos no alvo em termos de criatividade, criamos um conteúdo tão incrível que os próprios utilizadores decidem compartilhá-lo e, assim, criar uma conexão pessoal com a sua marca. É sem dúvida uma ferramenta extremamente poderosa quando se trata de branding e reconhecimento.

Obrigado por ler o meu artigo sobre o que é marketing víral, espero ter aprendido o que é, e como utiliza-lo no seu negócio online com sucesso.

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"62516":{"name":"Main Accent","parent":-1}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default Palette","value":{"colors":{"62516":{"val":"var(--tcb-skin-color-0)"}},"gradients":[]},"original":{"colors":{"62516":{"val":"rgb(19, 114, 211)","hsl":{"h":210,"s":0.83,"l":0.45}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"89b00":{"name":"Main Accent","parent":-1},"f4f63":{"name":"Accent Dark","parent":"89b00","lock":{"saturation":1}}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"89b00":{"val":"var(--tcb-skin-color-0)"},"f4f63":{"val":"rgb(28, 40, 49)","hsl_parent_dependency":{"h":206,"l":0.15,"s":0.27}}},"gradients":[]},"original":{"colors":{"89b00":{"val":"rgb(19, 114, 211)","hsl":{"h":210,"s":0.83,"l":0.45,"a":1}},"f4f63":{"val":"rgb(12, 17, 21)","hsl_parent_dependency":{"h":206,"s":0.27,"l":0.06,"a":1}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
Artigo Anterior
__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"89b00":{"name":"Main Accent","parent":-1},"f4f63":{"name":"Accent Dark","parent":"89b00","lock":{"saturation":1}}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"89b00":{"val":"var(--tcb-skin-color-0)"},"f4f63":{"val":"rgb(28, 40, 49)","hsl_parent_dependency":{"h":206,"l":0.15,"s":0.27}}},"gradients":[]},"original":{"colors":{"89b00":{"val":"rgb(19, 114, 211)","hsl":{"h":210,"s":0.83,"l":0.45,"a":1}},"f4f63":{"val":"rgb(12, 17, 21)","hsl_parent_dependency":{"h":206,"s":0.27,"l":0.06,"a":1}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
Próximo Artigo

Sobre o Autor

Joao Botas

João é um profissional de marketing digital com mais de uma década de experiência em negócios online. Ao longo da sua carreira, ele ganhou experiência em todas as áreas do marketing digital, desde redes sociais até publicidade paga. Ele trabalhou em projetos de clientes e projetos de afiliados. Hoje, ele está focado em construir novos projetos e direcionar tráfego através de SEO e publicidade paga.